14 de jun de 2011

Bernô goleia e quebra marca de 29 anos

Homenagem, goleada histórica e marca de 29 anos quebrada. Assim se resumiu o duelo alvinegro entre São Bernardo e São Vicente na noite da última sexta-feira.

Vindo de uma derrota para a Portuguesa na última rodada, o São Bernardo precisava vencer em casa, se quisesse retomar a liderança perdida para a própria Portuguesa. Confiante, o São Vicente vinha de quatro vitórias consecutivas, com detaque para a vitória em cima do Jabaquara por 4 a 0.

Como em toda partida em casa, o São Bernardo homeageou um grande atleta de sua história. O ídolo da vez foi Ataide, arqueiro do clube nas décadas de 50 e 60. O ex-goleiro recebeu das mãos do presidente em exercício, Felipe Cheidde Jr., uma placa de prata.

Feita a homenagem, a bola rolou e logo no começo do jogo, o São Bernardo mostrou muito mais atitude que a equipe praiana. Com seguidos ataques em velocidade, o Bernô oferecia grande perigo à defesa vicentina, que bravamente se segura como podia. Aos 11 minutos, Robben chega no fundo, cruz, a bola passa na frente da linha do gol, mas ninguém chega para completar.
Com grande inferioridade na partida, o São Vicente passou a jogar de forma violenta, o que acabou facilitando ainda mais para o Bernô.
Aos 28 minutos, Deivid é lançado, escora a bola de cabeça e ela cai na medida exata para Chuck, que bate de esquerda e a bola passa perto do ângulo.
Perto do final do primeiro tempo, de tanto tentar, enfim sai o gol são-bernardense. A defesa do São Vicente recua mal a bola para o goleiro, Chuck arranca, alcança, dribla o goleiro e empurra para o gol.

Na volta do intervalo, o São Bernardo continua com o ritmo forte e logo aumenta o placar. Robben cobra escanteio, Médici sobe mais que a defesa vicentina e testa firme para o gol. Seu segundo gol no campeonato e o segundo do time na partida.
Aos 6 minutos, o São Vicente tenta armar a reação, Tico recebe dentro da área e bate de esquerda, sem chances para o goleiro.
Após o gol sofrido, o primeiro em casa neste ano, o São Bernardo não se intimida e Chuck logo amplia para o Bernô. Robben tabela com Deivid na intermediária, lança para Chuck na entrada da área, que domina, escolhe o canto e marca o terceiro para o São Bernardo.
Dois minutos depois, aos 26, Chuck recebe no fundo e cruza na medida para Deivid cabecear e assinar o quarto gol sambernardense da partida.
No fim do jogo, o São Bernardo ainda marca mais dois. Falta no meio de campo, Ranses cruza na área e Deivid, de cabeça, faz seu segundo gol na partida, o quinto do Bernô. E para fechar a conta, aos 44, Souto lança Mancuso em profundidade, que recebe invade a área e bate no canto, sem chances para o goleiro. É o sexto gol do mais simpático do ABC.

Com o 6 a 1 no placar, o Bernô quebrou uma marca de 29 anos. A última vez que o Bernô goleou por 6 gols foi em 1982, quando ganhou do Paulista por 6 a 0, em Jundiaí, válido pela Divisão Intermediária (atual Série A2). Além disso, essa é a maior goleada do campeonato até o momento.

O resultado firma o Bernô na segunda colocação do grupo, com 15 pontos, apenas 1 ponto atrás da líder Portuguesa Santista. Já o São Vicente permanece com os mesmos 12 pontos, na terceira colocação.

Nos outros jogos do grupo, o Palestra perdeu fora de casa para o Jabaquara pelo placar de 2 a 1, o Mauaense venceu o Nacional em casa, por 3 a 0 e a Portuguesa venceu o Guarujá por 2 a 0, jogando fora de casa.

Assessoria de Imprensa EC São Bernardo

Nenhum comentário: