1 de set de 2011

São Bernardo encerra primeira fase com chave de ouro no Sub20

Jogando sob forte sol e com a presença de um público razoável, o São Bernardo enfrentou a Portuguesa Santista pela última rodada da primeira fase em busca da total invencibilidade na fase, e se deu bem. Venceu com facilidade por 3 a 0 e barrou a Portuguesa, que ainda lutava por uma vaga.
 
O jogo equilibrado, com ligeira vantagem são-bernardense. Com o decorrer, a Portuguesa foi se acuando em seu campo de defesa, graças à forte pressão exercida pela ofensiva alvinegra.Aos 27 minutos, Juan e Danilo Shiratomi roubam a bola no meio de campo e fazem rápida jogada, a bola é lançada para Bruno Adeílton, que em velocidade invade a área e dá um toque por cima do goleiro e abre o placar à favor do São Bernardo.
Os donos da casa sentiram a pressão e o gol tomado. Membros da comissão técnica e jogadores reservas passaram a ofender constantemente o técnico interino Ivan, do São Bernardo, com frases ameaçadoras e de baixo calão. Omissa, a arbitragem nada fez contra as atitudes dos membros da Portuguesa e o jogo seguiu.
Após um grande período sofrendo de pressão intensa, a Portuguesa enfim equilibra a partida no final da partida, porém não esboçou forte reação e o primeiro tempo terminou em vantagem para o São Bernardo.
 
Na volta do intervalo, o zagueiro Lucas sai devido a uma torção no tornozelo, causada pelas péssimas condições do gramado do Estádio Úlrico Mursa. Para substituí-lo, entra Felipe Macedo.
Desesperada, a Briosa volta mais ofensiva e pressiona a defesa são-bernardense, na maioria das vezes, com jogadas de sorte. Mas nem mesmo a pressão lusitana tira o equilibrio alvinegro. Aos 22 minutos, Ranses cobra falta da entrada da área e acerta o ângulo, aumentando a vantagem da equipe do ABC.
Superior e com moral na partida, o São Bernardo não se contenta com os 2 a 0 construídos até então e continua oferecendo perigo à defesa rubro-verde.
Após cobrança de lateral, Alex de Sá recebeu, cortou 2 defensores lusitanos, invadiu a área e bate cruzado para marcar o terceiro gol são-bernardense na partida e fechar o placar.
Com o placar mais que definido, o destempero dos donos da casa aumenta, e além de continuarem ofendendo comissão técnica e jogadores do São Bernardo, passam a ofender também a arbitragem, que nada faz e encerra a partida.

Com a vitória, o São Bernardo se consolidou na liderança do grupo na primeira fase e assegurou a segunda melhor campanha da competição, além de permanecer invicto.

Na próxima fase, a equipe encara o clássico da cidade, contra o Palestra, dia 10/09, às 15 horas, no Baetão.
 
AA Portuguesa
Daniel, Wanderson, Rogério, João Paulo, Júlio César, Caio, Hugo, Bruno Sacomani, Alex, Euder e Tiago.
Técnico: Nelson da Silva
 
EC SÃO BERNARDO
Arthur, Ranses, Lucas Novais (Felipe Macedo), Thiago, Nildo, Carlão, Juan, Marcelo Oliveira, Danilo Shiratomi (Gustavinho), Bruno Adeílton (Kadu) e Alex de Sá.
Técnico Interino: Ivan Mazzuia


Assessoria de Imprensa EC São Bernardo

Nenhum comentário: